Colheita de milho avança em Mato Grosso; negociações estão limitadas

A colheita do milho mato-grossense para a safra 17/18 apresentou avanço de 8,71 p.p. nesta semana, alcançando 21,28% da área estimada. Em meio às incertezas da tabela do frete rodoviário, o mercado de milho mato-grossense exibiu os primeiros indícios de preços com cotação média de R$ 22,06, informa o IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária.

“No mês de maio a cotação do milho na bolsa de Chicago chegou a atingir o maior nível dos últimos dois anos, de US$ 4,08/bu. No entanto, os preços voltaram a recuar e com isso já acumulam uma perda de 8,1% na média do mês de junho. Tal pressão tem sido pautada tanto pela safra norte-americana, quanto pelos conflitos comerciais no mercado externo. Isso porque o USDA continua reportando que 77% das lavouras do milho dos EUA estão em boas e excelentes condições, o que é considerado a melhor avaliação dos últimos anos para o período”, aponta o instituto.

“Ao mesmo tempo, a nova taxação do governo Trump sobre as importações chinesas traz expectativa de uma nova retaliação por parte do governo asiático, o que poderia comprometer a demanda pelas commodities norte-america nas. Com isso, apesar de o dólar continuar a patamares altos, o recuo dos preços na CME, aliado às indefinições do frete rodoviário, vem limitando as negociações do milho mato-grossense no mês de junho”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here