Concluído plantio de milho em Mato Grosso e em 45% das áreas foi fora do período ideal

A semeadura do milho para safra 2020/21 no Estado, que terminou semana passada, e o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) concluiu que, nesta safra 45,34% das áreas foram cultivadas fora da janela ideal para a cultura (considerando o plantio feito até 28 de fevereiro).

Entre as regiões, a Centro-Sul de Mato Grosso e Sudeste tiveram maior percentual de áreas semeadas fora do período, com 70,15% e 59,41%, respectivamente. “Com isso, é importante ressaltar que, historicamente, áreas cultivadas após a janela da semeadura ficam mais suscetíveis ao estresse hídrico e correm maior risco de terem suas produtividades negativamente afetadas.Por fim, cabe destacar que os volumes de chuva nas próximas semanas serão de grande importância para a determinação da produção na safra atual”, aponta o instituto.

Os trabalhos ocorreram de forma atrasada em todo o processo, devido ao atraso na semeadura da soja, que consequentemente refletiu na postergação da colheita no Estado.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here