Vereadores de Ipiranga do Norte participam de audiência pública sobre o FETHAB em Cuiabá

O Fundo Estadual de Transporte e Habitação, popular FETHAB, foi objeto de discussão na quarta-feira passada (13/06) durante a audiência pública requerida pelo deputado estadual Oscar Bezerra (PV) e realizada na Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), em Cuiabá/MT.

A audiência pública teve o objetivo de apresentar a proposta de alteração do modelo de aplicação e gestão do FETHAB e a abertura do debate junto com a sociedade mato grossense para o aprofundamento do assunto. A discussão contou com a presença de vários economistas, vereadores e prefeitos de vários municípios de Mato Grosso. Ipiranga do Norte foi representado pelo presidente da Câmara, Pedro Alessandro Nascimento (DEM), juntamente com o prefeito interino Lisandro Ferreira (PDT) e os vereadores Marcos Vargas (DEM), Fabiano do Povo (DEM), Cleonaldo França (SD) e Valdecir Strada (PDT).

O economista Maurício Munhoz, participante do debate, destacou que “essa forma de arrecadar do Estado está falida. Um Estado que só investe 1% de seu PIB, que é o que está na LOA (Lei Orçamentária Anual), ele nunca vai deixar de ser um Estado derrapante”, disse.

Sobre a proposta de criação do FETHAB 2, o presidente do Legislativo de Ipiranga do Norte/Mt se pronunciou na audiência e ponderou que os produtores rurais estão “sufocados” por tantas taxas. Afirmou que esteve recentemente em uma reunião com produtores de Ipiranga do Norte e estes são contrários à manutenção do FETHAB 2 e pedem o seu fim. Na oportunidade, Pedro Alessandro foi categórico e pediu para que haja mais transparência na utilização dos recursos do FETHAB, sem desvios de sua finalidade e que estes sejam fiéis no cumprimento da aplicação para as áreas de transporte e habitação.

Mais audiências deverão ser realizadas em várias regiões do Mato Grosso e como possível resultado ser criado um projeto de lei. “Vamos debater com todo o setor envolvido. Queremos a participação da população, dos prefeitos e de representantes de órgãos e sindicatos, para que tudo fique muito claro para todos”, explicou o deputado Oscar Bezerra, autor da iniciativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here