IMEA sinaliza que maioria dos produtores de Mato Grosso plantará milho na ‘janela ideal’

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informa no boletim desta semana que, apesar do alto reporte de chuvas em várias regiões de Mato Grosso, a semeadura ocorreu de forma acelerada na semana que passou, avançando 24,22 pontos percentuais ante o levantamento divulgado na semana anterior.

“Assim, a primeira quinzena de fevereiro fechou na média do estado 63,16% da área projetada já semeada no Estado. Mesmo com o atraso em relação à safra passada de 11,04 pontos percentuais, o processo ganha ritmo e já se distancia quase 11 pontos em relação à média dos últimos cinco anos. Diante disso e sabendo que na média dos últimos cinco anos 88,21% das áreas já estavam semeadas em Mato Grosso até o fim da janela considerada ‘ideal’ (final de fevereiro), espera-se que o produtor consiga semear a grande maioria das áreas dentro dessa janela, apesar da previsão de chuvas que se mantém presente em boa parte das regiões do estado até o fim do mês”, apontam os analistas.

Com a pouca oferta e a demanda firme pelo cereal, o indicador Imea fechou a semana passada com aumento de 1,96%, ficando cotado ao preço médio de R$ 38,42/saca.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here