Pandemia modifica rotina de atividades promovidas pelo CRAS em Tapurah

Devido a pandemia do novo coronavírus, a equipe técnica do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Tapurah, precisou se reinventar e adaptar as atividades. Pensando na melhor forma de continuar os atendimentos e preservar a saúde. Assim a equipe criou a plataforma do Serviço a Distância.

Mesmo com a distância social, a equipe consegue atender a todos, através das redes sociais e telefone. “São mudanças de metodologia do trabalho para manter as atividades de fortalecimento de vínculos entre a equipe do CRAS e os usuários dos serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV) e PAIF. O Reordenamento dos serviços ofertados do CRAS, no início nos trouxe dúvidas e desafios, contudo, através do profissionalismo da equipe conseguimos alcançar os objetivos e fazer dos desafios um momento de aprendizado contínuo e conjunto, buscando continuamente a execução das ações planejadas”, destacou a Secretária Municipal de Assistência Social, Jô Luza.

A tecnologia representa um papel fundamental para o auxílio na mudança da rotina provocada pelo Covid-19, a necessidade de adaptação chegou às crianças, jovens e famílias atendidas pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV). Com isso a equipe, através da tecnologia desenvolveu e disponibiliza atividades online para as famílias assistidas pelos programas.

Exemplo disso foi a atividade do Bolo de fubá. Cada família do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) recebeu em sua casa um kit bolo. A atividade destinou-se as famílias acompanhadas pelo CRAS, a atividade teve como principais focos a comemoração do mês julino, a integração familiar (para fazer com os filhos), e o incentivo ao empreendedorismo, uma vez que foi instigado a possibilidade de ser vendido os bolos com base de preços. O objetivo é buscar o empoderamento feminino, e o fortalecimento de vínculos familiares.

A equipe do Cras conseguiu criar e manter a metodologia de trabalhar e continuar com os serviços de estratégias e orientação. “Criamos grupos com as famílias que participam efetivamente das atividades, produzimos vídeos com as imagens e escolhemos alguns temas para discutir com as famílias através de troca de mensagens. Esse ano, não vamos poder nos reunir, mas o valor do próximo e sua importância para a sociedade continua o mesmo”, comenta a Coordenadora do Cras, Vanessa Brunetto Magri.

O Cras é uma unidade de proteção social básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), neles são oferecidos serviços, programas e benefícios com o objetivo de prevenir situações de risco e fortalecer os vínculos familiares e comunitários. Mais informações pelo telefone, 3547-2508.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here