População é convocada para combater o Aedes aegypti em Tapurah

A Prefeitura de Tapurah, juntamente com todas as Secretarias Municipais convocam a população para o Mutirão contra dengue, chikungunya e Zika, que se inicia neste sábado, dia 15 de fevereiro. Todos na luta contra o Aedes aegypti. A saída será no encontro das avenidas Bahia e Brasil no bairro São Cristóvão, às 7h30min.

Aconteceu hoje (13) pela manhã uma reunião geral para ajustar a organização do Mutirão, que é coordenado pela equipe de vigilância epidemiológica do município. Os voluntários serão divididos em equipes, que irão passar rua por rua da cidade, e casa por casa. O objetivo e fazer uma varredura nos quintais das casas e possíveis focos do mosquito.

O Secretário de Saúde, Marco Felipe explicou que grande objetivo é acabar com todos os possíveis criadouros do mosquito “Aedes Aegypti”. O inseto se prolifera através de recipientes com água parada. Por isso, é essencial a eliminação de garrafas, sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos à chuva, além de tampar corretamente as caixas d’água e piscinas. “É fundamental que a população permita a entrada nas casas durante o mutirão para efetuar a vistoria e limpeza. É preciso ter esse controle, pois o caso é grave, já temos 180 notificações de pessoas com suspeita de dengue. Essa união e mobilização são essenciais para nos proteger e impedir que os casos dessas doenças aumentem”, comenta o secretário.

A intenção do Prefeito Iraldo é mobilizar toda a cidade em uma grande campanha de orientação e prevenção, além de atividades como palestras informativas e ações de campo em busca de criadouros do mosquito Aedes aegypti. “Faremos um grande trabalho de enfrentamento, com todos mobilizados para conter a dengue. A população precisa ser alertada, informada, para que tenhamos o menor número possível da doença aqui em Tapurah”, disse o prefeito.

Principais tipos de criadouro

• Certificar que caixa d’água e outros reservatórios de água estejam devidamente tampados;

• Retirar folhas ou outro tipo de sujeira que pode gerar acúmulo de água nas calhas;

• Guardar pneus em locais cobertos;

• Guardar garrafas com a boca virada para baixo;

• Realizar limpeza periódica em ralos, canaletas e outros tipos escoamentos de água;

• Limpar e retirar acúmulo de água de bandejas de ar-condicionado e de geladeiras;

• Utilizar areia nos pratos de vasos de plantas ou realizar limpeza semanal;

• Retirar água e fazer limpeza periódica em plantas e árvores que podem acumular água, como bambu e bromélias;

• Guardar baldes com a boca virada para baixo;

• Esticar lonas usadas para cobrir objetos, como pneus e entulhos;

• Manter limpas as piscinas;

• Guardar ou jogar no lixo os objetos que pode acumular água: tampas de garrafa, folhas secas, brinquedos;

Como eliminar os focos

• Lavar as bordas dos recipientes que acumulam água com sabão e escova/bucha;

• Jogar as larvas na terra ou no chão seco;

• Para grandes depósitos de água e outros reservatórios de água para consumo humano é necessária a presença de agente de saúde para aplicação do larvicida;

• Em recipientes com larvas onde não é possível eliminar ou dar a destinação adequada, colocar produtos de limpeza (sabão em pó, detergente, desinfetante e cloro de piscina) e inspecionar semanalmente o recipiente, desde que a água não seja destinada a consumo humano ou animal. Importante solicitar a presença de agente de saúde para realizar o tratamento com larvicida.

Saiba como efetuar a limpeza de objetos usados para armazenamento de água

Tampar e lavar reservatórios de água são ações importantes para o combate ao Aedes aegypti. A limpeza deve ser periódica com água, bucha e sabão.

Ao acabar a água do reservatório, é necessário fazer uma nova lavagem nos recipientes e guardá-los de cabeça para baixo. Esse cuidado é essencial porque os ovos do mosquito podem viver mais de um ano no ambiente seco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here