SES confirma primeiro caso de coronavírus em MT

Mato Grosso registrou o seu primeiro caso confirmado de coronavírus. A confirmação ocorreu na noite desta quinta-feira (19.03), após o Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) testar nova análise de um dos casos localizados em Cuiabá. No dia 16 de março, o paciente testou positivo para o Covid-19 em exame realizado por um laboratório particular, porém, uma nova amostra foi coletada e analisada pelo Lacen, que confirmou o diagnóstico.

No momento, o diagnosticado apresenta quadro estável de saúde e encontra-se em isolamento domiciliar. As recomendações seguirão o protocolo já estabelecido desde o início do monitoramento do paciente.

“No âmbito particular deste paciente, não haverá grandes mudanças; ele continuará em isolamento e deverá seguir todas as recomendações médicas. As orientações dadas anteriormente à população também deverão ser seguidas com rigorosidade. Temos um caso confirmado, mas as recomendações são todas aquelas que já divulgamos e reforçamos”, explica o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Nesta quinta-feira (19), a SES divulgou a notificação de 59 casos suspeitos de coronavírus em Mato Grosso. Até o momento, as equipes de vigilância monitoraram um total de 87 ocorrências no estado, sendo que 11 casos foram descartadas e 17 foram excluídas por não preencheram critérios de definição de caso para COVID-19.

Recomendações

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here